Na minha pele

menino-poca

 

Ninguém vê
O que vejo
Faz
O que faço
Sente
O que sinto
Sou eu
De pedaço
Em pedaço.
Ninguém sente
A pele que visto
Por isso
Eu sou eu
E apenas eu
Desde que existo.

Sérgio Capparelli

Explore posts in the same categories: Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: