A vida é tão rara

 vida rara

 

‘Eu nunca vou me cansar de água de coco, nascer do sol, pôr do sol, canto de passarinho, cheiro de mato molhado de chuva em dia quente, café recém coado, banana com queijo, água de moringa, dar risada, cachoeira, ler, ler, ler, ler, escrever, ler, ouvir Mozart, ouvir Bach, ouvir Chopin, correr com tênis macio, espirrar de manhã. Nunca vou me cansar de falar do meu pai, do meu avô, da minha professora predileta, da máquina de escrever dourada do meu antigo pediatra, dos amigos que amo, dos meus filhos. Nunca vou me cansar de fazer cafuné. Nunca vou me cansar de receber cafuné, de massagem no pé, de ouvir histórias à luz do abajur de noite até dormir. Não vou me cansar de ver desenho animado bonitinho, de ir a museu, do cheiro de pãozinho assado, de guaraná, de biscoito maizena. Nunca vou me cansar do cheiro de sabonete que fica na pele depois do banho, do barulho da chuva e do trovão, do choro meio miado de um bebê recém nascido. Eu nunca vou me cansar de Deus, porque Ele nunca se cansa de mim. Eu não vou desistir da vida, e só irei embora quando Deus estiver com uma saudade louca e sentir ciúmes de mim. Aí eu nunca mais vou sair dos braços d’Ele.’

 (Helena Beatriz Pacitti)

 Licença Creative Commons

This work by Helena Beatriz Pacitti is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License

Explore posts in the same categories: Uncategorized

11 Comentários em “A vida é tão rara”

  1. mecenas Says:

    Lindo texto querida amiga. Sentimos saudades de tanta coisa boa.
    bj


  2. Beatriz….
    lindo lindo lindo texto….. não dá para se cansar e esquecer muita coisa boa da vida…..
    bj

    Canção do dia de sempre

    Tão bom viver dia a dia…
    A vida assim, jamais cansa…

    Viver tão só de momentos
    Como estas nuvens no céu…

    E só ganhar, toda a vida,
    Inexperiência… esperança…

    E a rosa louca dos ventos
    Presa à copa do chapéu.

    Nunca dês um nome a um rio:
    Sempre é outro rio a passar.

    Nada jamais continua,
    Tudo vai recomeçar!

    E sem nenhuma lembrança
    Das outras vezes perdidas,
    Atiro a rosa do sonho
    Nas tuas mãos distraídas…

    Mario Quintana

  3. Mario Says:

    Texto maravilhoso, com uma mensagem simples e linda!! Eu nunca vou me cansar de le-lo e vou guarda-lo para sempre comigo!
    A vida e’ mesmo tao rara..e so aqueles que valorizam, e nunca se cansam das pequenas grandes maravilhas da vida conseguem vive-la em toda a sua plenitude. Obrigado novamente por mais essa licao de vida e de amor! E que Deus demore muito para sentir essa saudade louca e esse ciumes de voce que voce fala : )
    Bjs.


  4. ahh…a turma da literatura….deixa eles lá com a turma do cinema, com os das artes plásticas e a turmeka da música… para todos eles, jobim é um chato, quintana é menor e Leminski pobre…. para fechar este post, só complementando com outra do velho bruxo:

    POEMINHA DO CONTRA
    Todos estes que aí estão
    Atravancando o meu caminho,
    Eles passarão.
    Eu passarinho!

    Baisers pour vous i et ayez un fin de semaine agréable avec votre frère … apprécient!!!

  5. Aurora Says:

    Simplesmente, lindo.
    Obrigada.


  6. QUE BELEZA DE TEXTO…senti a intensidade de cada segundo fotografado. Um beijo e um abração

  7. denise Says:

    Através do PavaBlog cheguei aqui.
    Amei seu texto!
    Com Ferreira Gullar aprendi que a ” vida só consome o que a alimenta”. E o seu lindíssimo texto veio me lembrar que é dessas pequeninas coisas que a a felicidade (mesmo) se alimenta. E por vezes tão esquecidas num cantinho qualquer da existência.
    Nossa, há quanto tempo que não leio nada tão singelo, doce e iluminador!
    E esse finalzinho é delirante.
    “Eu nunca vou me cansar de Deus, porque Ele nunca se cansa de mim.Eu nunca vou me cansar da vida, e só irei embora quando Deus estiver com uma saudade louca e sentir ciúmes de mim. Aí eu nunca mais vou sair dos braços d’Ele.’”
    Encantador!
    Parabéns!

  8. denise Says:

    Grata pela gentileza que amei!
    um beijo também.

  9. Eduardo Azevedo Says:

    Que delícia de texto, Helena.
    Parabéns.

  10. RENATA PERUCHI Says:

    OI BEATRIZ, TUDO BEM?
    SOU RENATA; A PROFESSORA DE PILATES , DE SUA MAMAE.
    ESTAVAMOS CONVERSANDO, E ELA ME DIZENDO MARAVILHAS DE VC. ENTAO ENTREI EM SEU BLOG, E LI TUDINHO, AMEI.

    PARABENS, E SUCESSO SEMPRE.
    MUITO MARAVILHOSO TUDO O QUE VC ESCREVE.
    MAS EM ESPECIAL GOSTEI :
    … A VIDA E TAO RARA…
    ADOREI MUITO.
    BEIJOS RENATA


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: