Acordado. Dormindo.

   

Arte: Ivan Kap

Arte: Ivan Kap

.  

Veja. As coisas estão lentas. Não são o que parecem. Observe. As casas estão vazias. Nem a solidão é vista. Quieto. As ruas. Os seus carros. Pararam. Não há sentido. O relógio anda para trás. Anti-horário. Lembro de algo.

Uma ave. Colora o céu negro. Um pássaro verde. Verde. Esperança. Ele voa. Para o alto. Ele não pensa nele. Pensa em nós. Ele é atingido. Ele está no chão. Chego perto. Ele se levanta. Eu quero ajudá-lo. Eu não quero ajudá-lo. Quero. Ele é grande. O caçador está perto. Atira em mim. O pássaro grande me protege. A asa. É atingida. Não abatida. Eu vôo. Nós. Estamos no céu. Cai a chuva. Dilúvio na cidade. Minha mente transborda. Estou sobre a água. Caminho um pouco. Afundo. Uma mão me puxa. Entro em algo. Um barco. Verde. Vejo ondas. Tudo se move. Estamos no vácuo. Eu e a água. Ela é livre. Mas eu não. Fecho os olhos. O deserto. Amarelo. Sem nada. Nada sem. O vento me fere. Os camelos fogem. Os coiotes atacam. Não há sentido. Sento em algo. Uma pedra. Uma rocha. Estou cego. Estou surdo. Estou mudo. Estou vivo? De volta a cidade. Melhor acabar. Já estou muito. Muito.

S. P. G.

Explore posts in the same categories: Uncategorized

3 Comentários em “Acordado. Dormindo.”

  1. denise Says:

    Helena querida,

    desde que o li pela primeira vez, senti o desejo de vir e comentar. Mas não sabia como dialogar com o texto.
    Tempo passou e ainda não sei, porém estou mais perto dele do que antes e sinto que não deve ficar aqui a sós.
    Um belíssmo pensamento, muito bem e sensívelmente articulado.
    Uma poesia.
    Deixo minha companhia.
    Parabéns ao Poeta e um abraço amigo!

    Ontem lembrei desse poema ao ouvir essa canção.

    um bom e acalntador final de semana

    um beijo
    denise

  2. denise Says:

    Helena querida,
    desculpe-me por ter inserido o vídeo. Fiquei tão empolgada com a mensagem da canção e as beleza das imagens que não me contive em deixar apenas o link.
    Depois que vi aqui é que pensei que posso ter me excedido.
    Queira me perdoar o excesso, embora tenha sido um excesso de carinho.
    um beijo
    denise


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: